Poste de borracha

Entra no carro, puxa a manivela do banco. Ajeita. Dá a travadinha. Enquadra o mundo de lá de fora no seu retrovisor. Coloca o cinto de segurança. Enfia a chave no contato, pisa fundo na embreagem, engata a primeira, abaixa o freio de mão. Aos poucos, solta a embreagem e acelera. Quando ganhar velocidade, pisa fundo mais uma vez na embreagem, engata a segunda.

Perdi as contas do número de vezes que errei todo esse processo. Como na primeira vez que fiz o exame de direção, só para citar uma. “Quando você fizer sem pensar é porque você já sabe dirigir”, meu pai repetia. Na manhã de hoje, eu não fiz sem pensar. Pelo contrário, prestei mais atenção do que nunca. E deu certo.

Em dez dias, serei uma motorista com permissão para dirigir.

Ufa. Dá um alívio resolver certas pendências.

Agora eu só preciso de uma kombi amarela…

Anúncios