Mea culpa

Sonhar acordada, gostar de homem com barba, participar de ONGs, sonhar com a democratização da comunicação, ter senso crítico, plantar árvores (ou tulipas…), acreditar no jornalismo social, comer petit gatêau, ouvir Mutantes, falar sobre crianças infratoras, passear no shopping.

Uma coisa não exclui a outra e, em todas elas, não há nada de errado. Ou não deveria ter.

Mafaldinha.

Anúncios