Sobre um puxadinho da Unigazeta

O Reserva Cultural é um cinema super charmoso que fica no mesmo prédio da faculdade onde eu estudo. É também o único cinema que eu conheço que não vende pipoca.

O Reserva Cultural é freqüentado por gente que usa bolsas da Amelie, tênis All Star e óculos de aros grossos. Nas tardes de dias úteis, muitos idosos podem ser encontrados nas salas de projeção. Aos finais de semana, casais bem arrumados costumam gostar de ir ao lugar.

O Reserva Cultural ostenta cartazes de cinema de arte, seja lá o que isso signifique. Foi lá que eu assisti filmes como A Fantástica Fábrica de Chocolate, Ratatouille, Medos privados em lugares públicos e Pequena Miss Sunshine.

O Reserva Cultural tem um ar cult. Lá acontecem exposições de artistas plásticos e debates com diretores de cinema.

O Reserva Cultural tem um café que atende pelo pomposo nome de Café Pain de France, onde você pode encontrar croissants de amêndoas pelo preço módico de 9 reais cada.

O Reserva Cultural paga, às suas faxineiras, um vale-refeição de 6 reais por dia.

Anúncios

4 pensamentos sobre “Sobre um puxadinho da Unigazeta

  1. Com o vale, elas podem comer meio croissant.
    Isso me renderá um linchamento, mas eu nunca fui no Reserva. Quer dizer, já fui muitas vezes, inclusive sou uma frequentadora assídua de seus banheiros assépticos.

    Mas, pra ver filme mesmo, nunca fui. Prefiro o Bristol, o Cine Bombril, o Belas Artes e alguns outros que oferecem, muitas vezes, a mesma coisa que o Reserva por preços mais camaradas (porque eu tenho desconto, mas não costumo ir ao cinema sozinha).

    Quanto à pipoca, eu sempre dispensei.

  2. Na estréia do filme “Harry Potter e o Cálice de Fogo”, fiz amizade com o cozinheiro do Reserva Cultural na fila. Estávamos no shopping Frei Caneca e, como eu estava sozinha, puxei papo com ele e o amigo dele. Até vimos o filme juntos – ou seja, eu sentada na poltrona ao lado das deles.

    E ele era um fofo, mas acho que ele joga no outro time… Pena!

    Em todo caso, seu post me fez lembrar dessa história e, apesar de tudo, eu gosto do Reserva.

    🙂

    Beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s