O grande momento

Queria sentir o ar lá no pulmão, a energia vital que move a gente. Inspirou com vontade, tentando eternizar o momento. Veio puxando devagarinho, enquanto o vento soprava em sua face e em seus cabelos. Olhou gentilmente, lançou um olhar faceiro, e sorriu bonito, sincero. Sabia que era desejado. Ela então deu um rodopio no ar, tentando tocar com as mãos espalmadas o mesmo ar que ele impregnara de si e de sua atmosfera misteriosa. Sentiu, mas não conseguiu retê-lo. O ar só passava e passava e passava.

Anúncios

Um pensamento sobre “O grande momento

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s