17 de fevereiro de 2008

Quando me fazes alegre
Penso por vezes
Agora poderia morrer
Então seria feliz
Até o fim.

E quando envelheceres
E pensares em mim
Estarei como hoje
E terás um amor
Sempre jovem.

(Canção de uma enamorada, de Bertolt Brecht)

Anúncios

5 pensamentos sobre “17 de fevereiro de 2008

  1. O AMOR é a fonte da vida!

    Feliz daquele que ama e se permite amar… Esse sentimento é um privilégio e poucos valorizam isso, viu?!

    Aproveite bastante… 😀

    Beijos

  2. Não faço questão nenhuma de morrer antes da hora pra deixar essa sensação de amor jovem para alguém por quem, eventualmente, me apaixone. Mas Brecht é sempre incrível. Está na minha lista dos mais-mais.
    Beijo!

Deixe uma resposta para Iza Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s