Reencontro

Entrei na casa de almofadas coloridas esparramadas pelo chão e paredes azuis e senti uma felicidade grande. A volta ao passado, o início da faculdade, eu ainda meio que perdida no mundão que a avenida Paulista era pra mim, na época. Tsurus e mosaicos enfeitam delicadamente a sala. Na parte de cima do sobrado colorido, microfones, gravadores e o letreiro “Atenção Gravando” com fundo vermelho. Uma profusão de cores é a sede do Cala-boca já morreu. Lá tem gente preocupada e que faz refletir sobre mídia, educação e nosso papel no meio disso tudo.

 

 

Dois anos de ausência, mas me senti como se estivesse em casa.