Tal mãe, tal filha

Quando eu tinha uns seis, sete anos, ganhei de presente da minha mãe um vestido de malha florido. Por insistência minha, claro, já que semanas antes ela havia encomendado à costureira um modelo i-gual-zi-nho. Com aquele invejinha boa, quis porque quis que ela me presenteou com um, tal qual o dela. Gostava de combinar com uma sandália super fofa, daquelas que já não se usam hoje em dia, por serem tipicamente infantis. Cada pé da sandalinha tinha um rosa amarela sobre tirinhas finas vermelhas. Um charme só.

Passados alguns anos, (ei, daqui dois meses terei 22!), eu e mamãe temos mais um motivo de felicidade mútua. Com vocês, elefante e sapo em pés:

Mar�lia de elefante e mãe de sapo

PS.: Não, nós nunca usamos o mesmo vestido na mesma ocasião. Ia ser tosco por demais.

Anúncios