Pelo bom uso da desculpa

Meu irmão mais novo tem mania de deixar pares e pares de sapatos espalhados pela casa. “Marco, tira os sapatos da sala”, minha mãe manda, dia após dia.  Mas a única coisa que ele responde, sem mover uma palha, é “desculpa, mãe!”. Ele pede desculpa, mas o sapato continua lá! O sapato continua lá, meu Deus!

Anúncios