Lá, trancafiada em um cofre

Trancada num cofre, lá mora sua liberdade. A liberdade que você tanto ama, que você tanto venera. A liberdade tá lá, sozinha no cofre. Mas o cofre tem um segredo que até você desconhece. Protegida, enclausurada, esquecida, vendida, tá lá a sua liberdade. A liberdade da qual você tanto fala, que tanto você cuida e que, por isso mesmo, precisou colocar num lugar escondido por temer os ladrões. Essa sua liberdade te impede de viver um monte de coisas boas, te impede de se prender, um pouquinho que seja. Porque ela não deixa que você crie raízes – porque a cada raiz que criamos pelo mundo um pouco de nós mesmos e mais um pouco de liberdade deixamos. Cortamos um bocado de asa em cada nova pessoa que conquistamos.

Cada um é responsável pelos corações que habita.

Sua liberdade possui as asas atrofiadas.

Anúncios

Encher a boca

Se a gente pode encher a boca pra dizer que odeia uma comida, uma pessoa, um lugar, porque não enche a boca também pra dizer o quanto se ama?

Porque, amor, minha filha, amor é sentimento miúdo.