Sobressalente

A gente, de uma forma ou de outra, acaba, sempre, sempre, substituindo as pessoas.

Anúncios

Pelo bom uso da desculpa

Meu irmão mais novo tem mania de deixar pares e pares de sapatos espalhados pela casa. “Marco, tira os sapatos da sala”, minha mãe manda, dia após dia.  Mas a única coisa que ele responde, sem mover uma palha, é “desculpa, mãe!”. Ele pede desculpa, mas o sapato continua lá! O sapato continua lá, meu Deus!

Como pode

Não importa a canção porque tudo que ouço soa como música e como música que só faz bem. Assim como não ligo se o frio é de 10 ou de 18 graus, se venta ou se a primavera que é de longe a estação que mais amo ainda vai demorar pra chegar – porque olho pro céu e o que vejo são as noites mais lindas de inverno, com estrelas tremeluzindo de um jeito que parece pintura mesmo. E as manhãs, então, que têm sido de um sol brilhante com fundo azul pleno. Tanto faz também se a cólica chegou mais cedo ou se os 23 estão aí, batendo na porta com o peso nunca sentido em nenhum outro aniversário. Porque daqui vinte, trinta anos, vou olhar pra esses tempos e me perguntar como podia uma vida ser tão leve e tão gostosa.