Presta atenção

Presta atenção, Marília. Vou cortar suas asas e você não vai mais voar. Deixa de ser tola, tão burrinha. Toma de volta suas certezas, abstrai as dúvidas e enterra num saco bem enterrado. Vai, Marília, mania essa de sentir e, só sentindo, esquece de pensar. Ama menos, Marília.

Anúncios