Sobre ter asas

Daí a vó me olhou com o mesmo olhar de cinco anos atrás. Era terno e amoroso. Durou pouco tempo. Um segundo depois, a expressão já era vaga e distante. Perdidos em algum lugar, os olhos miravam um céu azul, talvez o mesmo lugar pra onde voou a minha alegria.

Ela pode voar.

Anúncios