No banheiro

“O que eu fiz de errado? Sei lá, eu não sou bonita? Bonitinha, pelo menos? Ah, eu sou bacana também… não sou? Eu converso, não deixo faltar assunto… E não era grude também! Não era mesmo! Porque foi acontecer isso? Aaaaai, que vontade de bater nacaradaquelemenino! Que coisa… Que que eu fiz de errado?”

A amiga, coitada, não soube o que dizer.